︎ 
O MARAVILHOSO E O FACTUAL

Diálogo
Orlando : tem alguém fumando
Macu: tem
Orlando : Eu não fumei 2875  cigarros
Macu: parabéns!
Orlando :Eu acho que tô
Macu:  Aqui
Orlando : aqui, bem aqui.
Macu: to me sentindo a Sigourney Weaver
Orlando: você é muito parecido com ela.
Macu:  Um alien
Riem. Orlando ri mais, Macu para de rir
Macu: Essa coisa que ta rindo é o portal
Orlando : eu acho que perdi alguma coisa
Macu: é algo importante, quer ajuda?
Orlando: Não ta tudo bem...
Macu: Ta desconfortável.
Orlando : Abafado
Macu : quente aqui.
Orlando : Tem um cheiro de coisa morta.
Macu: Cheiro de xixi, peixe
Orlando:: engraçado eu não sinto nada, nem cheiro nem nada
Macu: Mas esse é um dos sintomas claros.
Orlando : foi épico, as pessoas andando numa linha, juntas, tantas pessoas como vcs nunca viram, as pessoas iam caindo atrás delas e foi épico, parecia aqui agora mas foi há muito tempo atrás.E aquela linha de pessoas andando, povos, povos, países, culturas andando andando e fincando, mas fincando o pé no chão com uma força, uma força, uma propriedade marcando aquelas terras e essa gente andou, andou pra chegar aqui aonde a gente ta agora, a fila é enormeeeee, pessoas andando, atravessando, os prédios sempre caindo, foi assim que começou a coisa toda , até a hora que a terra ( faz um gesto com boca e mãos, largando)  e po...
(Voz em off /Caju): eu gostaria de ser um ser vivo ...outro. eu gostaria de começar a peça com um abacateiro, eu seria um abacateiro, jovem, com as folhas ainda frágeis, o caroço ainda abrindo, suas raízes ainda finas e não sei se seria uma estreia paralela, ele podia ser um marcador do tempo.
Macu: o que tem isso a ver?
Macu fica mexendo a bunda , só aparece a bunda
Orlando:  O pior é que a única solução pra gente saber se não vai fazer errado é a Isabel Teixeira que não consegue ser compreendida por nós
Macu:ela perdeu a voz por trauma

FAZER UM PAÍS
0
país pátria patriarcado pagão como são tristes as palavras libertem-se. libertem-nas.
gostaria de falar coisas que não ofendessem a ninguém. então, pra começar... sim! eu confesso! fui eu, sou eu, está impregnado em mim.
toda uma ignorância.
e se a gente pudesse fundar um novo lugar para estar? um lugar a beira de--
quando foi que você se apaixonou perdidamente? a beira de? dessas paixões que “dói”?
qual foi a última vez que você se emocionou profundamente e quis que aquele sentimento nunca fosse embora?

.....